Vendo Lua Cheia

Escrito por Viraldo B. Ribeiro
Seg, 03 de Maio de 2010 18:52

Vendo uma lua nova
Quando saí da minha terra
Pensei que não voltava mais
Coloquei anúncio no jornal
No jornal, não, não tinha jornal lá
Colei folhetos nas esquinas,
Anúncio no Alto-falante
Por motivo de viagem
Vendo uma lua nova
Uma lua nova bem cheia.
Colei folhetos nas esquinas,
Anúncio no alto-falante:
Por motivo de viagem,
Vendo uma lua nova
Uma lua nova bem cheia!
Maluqueceu, disse quem leu
Maluqueceu, onde já se viu
Vender uma lua nova!
Comprar uma lua cheia!
Mas eu vou-me embora
Não sei se volto por cá
Por isso o anunciado.
Vendo só parte da nova e da cheia
Não é maluquice, não
Tou vendendo minha parte
Não é a lua toda, não
Quem quer comprar uma lua cheia nova
Talvez seja por isso que
Encontrei uma lua por cá
Uma lua cheia, bem novinha
Escondida entre os galhos
Uma lua como a de agora.
Como toda lua cheia nova,
De toda Semana Santa.
Formosa, brilhosa, joga charme para aniversariante
Aproveito também
Vou participar
Salve esta lua cheia, nova
Parabéns, Salvador
461 anos, salve São Salvador.
Vendo uma lua cheia nova.

Salvador, 29 de março de 2010
viraldo